Níger adota lei sobre branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo

Niamey, Níger (PANA) – Os deputados nigerinos examinaram e adotaram esta sexta-feira um texto de lei  relativo à luta contra o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo, indica uma fonte parlamentar.

O Níger, que faz hoje parte dos Estados  diretamente expostos a estas ameaças, é signatário de todas as convenções internacionais para a luta contra a criminalidade financeira, em particular o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo, precisa a mesma fonte.

O branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo estão hoje no centro das preocupações da comunidade internacional, devido às suas consequências nefastas na ordem pública e na paz no mundo, bem como na reputação e integridade das instituições financeiras.

Segundo os especialistas, o branqueamento de capitais representa um processo pelo qual, a fonte ilícita de ativos obtidos ou produtos através duma atividade delitual é disismulada para esconder  o laço entre os fundos obtidos e o delito inicial.

O financiamenro do terrorismo faz intervir a mobilização e a análise dos ativos que dão aos terroristas os recursos que lhes permitam realizar as suas operações.

Há  alguns anos, a comunidade internacional fez da luta contra o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo uma prioridade cujos objetivos são preservar a integridade do sistema financeiro internacional, cortar aos terroristas as suas fontes de financiamento e impedir os malfeitores  de aproveitar dos seus delitos e crimes.

-0- PANA SA/JSG/FK/IZ 21out2016

21 Outubro 2016 14:44:59


xhtml CSS