Negociações intermalianas suspensas devido à festa muçulmana de Tabaski

Bamako, Mali (PANA) – A segunda fase das negociações inclusivas inter-malianas em curso em Argel (Argélia) sobre a crise no norte do Mali observou uma pausa por razões ligadas à festa de Tabaski (Sacrifício de cordeiro) a celebrar-se domingo 5 de outubro próximo, soube a PANA de fonte próxima da mediação.

O período de pausa vai de 25 de setembro a 10 de outubro corrente, sendo esta data prevista para a retomada das negociações, de acordo com a fonte.

Este período será aproveitado pela equipa de mediação, dirigida pela Argélia, para trabalhar um projeto de acordo com base em propostas formuladas, e que será submetido à apreciação das diferentes partes logo que retomarem as negociações.

Do programa constam diferentes posições inconciliáveis, preveniu a fonte.

Esta primeira ronda da segunda fase das negociações foi em primeiro lugar marcada por uma semana de escuta das propostas dos representantes da sociedade civil e das comunidades básicas. A

A mediação continua otimista apesar das divergências de pontos de vista entre as duas partes, sobre o federalismo e mais poderes às populações autóctones das províncias em causa.

Durante negociações, a equipa de mediação sublinhou que as discussões devem realizar-se unicamente com base no respeito pela integridade territorial do país,  pelo caráter laico e republicano do Estado do Mali.

Estes princípios são claramente anunciados  no acordo preliminar de Ouagadougou (Burkina Faso) de junho de 2013 e no roteiro de Argel (Argélia) de julho último.

Do seu lado, o Presidente maliano, Ibrahim Boubacar Kéita, afirmou nesta ocasião que "é aceitável acreditar na conclusão dum acordo que responda às aspirações profundas do povo maliano".

A assinatura do documento de acordo vai realizar-se no território maliano, indica.

-0- PANA GT/IS/FK/DD 01out2014

01 Outubro 2014 12:42:20




xhtml CSS