Nações Unidas condenam morte de capacete azul camaronês na RCA

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) - O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, condenou a morte dum capacete azul camaronês da Missão da ONU Multidimensional Integrada para a Estabilização na República Centro Africana (MINUSCA).

Um comunicado da ONU transmitido esta segunda-feira à PANA em Nova Iorque, declarou que "o Secretário-Geral deplora com firmeza os ataques contra os soldados da paz das Nações Unidas e apela a uma ação rápida para julgar os autores deste crime".

Ban apelou igualmente a todos os grupos armados para respeitar a imparcialidade da MINUSCA.

O comunicado sublinha que os capacetes azuis da MINUSCA foram atacados por um grupo armado durante uma operação de busca destinada a deter um presumível criminoso, em aplicação dum mandado judicial do procurador de Bangui.

Um dos capacetes azuis morreu, oito outros ficaram feridos e três suspeitos foram detidos durante a operação.

Ban apresentou igualmente as suas condolências à família enlutada, ao Governo e ao povo dos Camarões, desejando uma pronta recuperação aos feridos.

Ele reiterou o compromisso das Nações Unidas de apoiar as autoridades centro-africanas na sua luta contra a criminalidade e pôr termo à impunidade em conformidade com o mandato da MINUSCA e na sua zona de desdobramento.

-0- PANA AA/VAO/MTA/IS/FK/TON  03agosto2015

03 Agosto 2015 18:14:04




xhtml CSS