NTIC dá emprego a portadores de deficiências físicas

Dakar- Senegal (PANA) -- As tecnologias de informação e de comunicação (NTIC) permitiram integrar pessoas portadoras de deficiências físicas no sector do emprego, declarou segunda-feira em Dakar Mansour Kama, presidente da Confederação Nacional das Entidades Patronais do Senegal (CNES).
No Senegal, o desemprego afecta sobremedida pessoas mais vulneráveis que não querem mais ser excluídas do mercado do emprego, salientou Kama quando se expressava segunda-feira durante a cerimónia de abertura da Semana Nacional do Emprego.
Patrocinado pela CNES, o projecto piloto de teleserviço, criado por jovens senegaleses portadores de deficiências físicas, permitir-lhes- á catapultarem-se para o nível dos melhores em vários domínios profisionais, sustentou.
"As novas tecnologias ofereceram-lhes uma oportunidade inesperada que aproveitaram para se integrarem na vida activa e existirem plenamente como parceiros no jogo económico", congratulou-se.
Indicou que as transformações maiores fomentadas na natureza do emprego pelas NTIC anulam progressivamente os obstáculos tradicionalmente ligados à mobilidade reduzida dos deficientes físicos e a sua possibilidade de comunicação.
"A deficiência já não pode ser mais uma fatalidade, com as NTIC, não o devemos mais aceitar", frisou a título de mensagem aos participantes.
Apelou ainda as autoridades senegalesas a introduzir o princípio de uma discrminação positiva no sector das NTIC a favor desta franja vulnerável da sociedade.
"Apelamos o Estado a preparar um quadro legislativo e regulamentar que se encarregue desta discriminação (.
.
.
)", disse.

18 Maio 2004 17:37:00


xhtml CSS