NEPAD junta-se à UA na luta contra vírus de Ébola

Dar-es-Salaam, Tanzânia (PANA) - A Agência da Nova Parceria para o Desenvolvimento de África (NEPAD) da União Africana (UA) declarou que está a priorizar a mobilização dos países africanos a fim de instalar um clima favorável e propício para a realização de experiências  clínicas com vista a testar as vacinas candidatas e as outras terapias contra o vírus do Ébola.

A Comissão da UA afirmou, segunda-feira, que as medidas tomadas pela Agência na luta contra o vírus do Ébola são uma prioridade absoluta na reunião de domingo do Comité Diretor da NEPAD, à margem da XXIV Cimeira da UA que se realizará esta semana em Addis Abeba, na Etiópia.

Num comunicado, a Comissão declarou que as decisões tomadas pela Agência da NEPAD fazem parte da Resposta da UA à Epidemia do Ébola na África Ocidental (ASEOWA).

"A Agência da NEPAD, através do seu Programa de Harmonização da Regulamentação dos Medicamentos em África (HRMA),  está a trabalhar em colaboração com as Comunidades Económicas Regionais (CER) e as Agências Nacionais de Regulamentação Farmacêutica (ANRP) para mobilizar a capacidade requerida para os testes clínicos de supervisão e as autorizações éticas", disse na reunião do Comité Diretor o chefe e conselheiro da NEPAD para o Pólo de Ciência, Tecnologia e Inovação (HNSTI), Aggrey Ambali.

Na sua exposição aos membros do Comité, Ambali declarou que a maioria das ANRP e dos Comités de Ética está confrontado com dificuldades para garantir o acompanhamento da ética e do controlo regulamentar dos testes clínicos realizados nos Estados-membros.

"Por exemplo, há várias questões éticas e políticas que devem ser resolvidas a fim de recolher e transportar sangue e plasma total dos pacientes do Ébola para os países interessados", sublinhou.

Graças ao apoio da Agência da NEPAD e da Organização Mundial da Saúde (OMS), a Comunidade da África Oriental (CEA) realiza uma avaliação conjunta duma vacina do Ébola prevista para 2 a 4 de fevereiro de 2015.

Os países visados para os testes clínicos são o Quénia, o Uganda e a Tanzânia, enquanto a avaliação conjunta será realizada pelos cincos Estados-membros da CEA, incluindo o Burundi e o Rwanda.

A Agência da NEPAD está igualmente a trabalhar com a Organização Oeste-Africana da Saúde (OOAS) da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) para estabelecer um Grupo de Trabalho de Peritos Regionais sobre os testes de vacinas do Ébola e as outras opções de tratamento promissoras para acelerar a sua avaliação. O grupo de  trabalho será empossado em fevereiro próximo.

Os exames conjuntos nas duas regiões terão como objetivo não apenas acelerar o processo de aprovação para os testes de vacinas, mas também servir como mecanismo de reforço dos sistemas regulamentares e das normas éticas em África.

Os testes clínicos para duas vacinas do Ébola estão em curso na África Ocidental e existem várias outras em via de experimentação, declarou a CUA.

Os programas de HHMA e NEPAD estabelecem e melhoram as normas e as exigências para a regulamentação e o acesso aos medicamentos de qualidade e de segurança para os cidadãos africanos.

As principais decisões envolvem a harmonização da regulamentação dos medicamentos entre as CER, bem como a política e as reformas regulamentares.

-0- PANA AR/SEG/MTA/IS/FK/TON 27jan2015

27 Janeiro 2015 14:33:05




xhtml CSS