Músicos juntam-se ao combate das Nações Unidas a favor de direitos da mulher

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) – Mais de 20 músicos provenientes de todas as partes do mundo juntaram-se às Nações Unidas para insistir na importância de autonomizar as mulheres através duma canção que será difundida a 8 de março,  por ocasião do Dia Internacional da Mulher.

A canção, intitulada « Uma Mulher : uma Canção para « ONU-MULHER »,  é inspirada pelos relatos de mulheres apoiadas pela agência onusina da igualdade dos géneros e empoderamento da mulher desde que ela lançou as suas operações em 2011.

Um comunicado das Nações Unidas, transmitido à PANA em Nova Iorque, indica que « A canção, produzida primeiro durante o lançamento da agência ONU-MULHERES  no recinto da Assembleia Geral em 2011, tem por ambição tornar-se no grito de adesão que inspira os que a ouvem à missão da ONU-MULHERES, para os envolver na dinâmica de autonomização das mulheres e da igualdade dos géneros ».

A canção, redigida pelo escocês Graham Lyle e pelo cantor-compositor somalo-britânico Fahan Hassan, foi obra de artistas de reputação internacional dos quais Angélique Kidjo do Benin, Bassekou Kouyate do Mali, Bebel Gilberto Charice do Brasil e Jane Zhang da China.

« Apesar de a canção estar prevista para ser difundida e disponível para o telecarregamento a 8 de março, um vídeo sobre a sua realização, retraçando todo um ano de produção, já está disponível no site Internet da ONU-MULHERES », prossegue o comunicado.

A nota sublinha que a empresa norte-americana de programas informáticos Microsoft patrocinou a produção da canção e do vídeo e afirma que « todos os benefícios tirados da venda online em  iTunes e Amazon serão diretamente concedidos à ONU-MULHERES para lhe permitir apoiar os seus programas de autonomização das mulheres na base ».

-0- PANA AA/VAO/ASA/SSB/FK/IZ 24fev2013

24 Fevereiro 2013 15:34:25




xhtml CSS