Músico maliano Salif Keita regressa ao país

Bamako- Mali (PANA) -- O eminente músico maliano Salif Keita, que vive há 20 anos no estrangeiro, decidiu regressar ao país para contribuir para a construção da Nação e partilhar a sua experiência com os seus compatriotas.
"Decidi regressar ao meu país porque percebi o provérbio que um tronco nunca vira crocodilo por mais tempo que ele fique na água.
Fiquei muito tempo fora do Mali, estou a envelhecer e é altura de voltar a casa", disse Keita, citado pela imprensa maliana.
Salif Keita, de 55 anos, criou um centro cultural com um estúdio digital para ajudar a promover jovens artistas africanos.
O centro possui também um cinema para 500 pessoas e várias salas para acções de formação e conferências.
Entretanto, vários eventos foram programados de 18 a 21 de Novembro para marcar o regresso de Keita ao país, sob o lema "O Desenvolvimento e Impacto da Música no Alívio da Pobreza, sida e outras pandemias em África".
Diversos artistas africanos, incluindo Amy Koita, Oumou Sangaré, Toumani Diabaté, Nahawa Doumbia (Mali), Manfila Kanté, Sekouba Kandia Kouyaté, Sona Tata Condé (Guiné Conakry) deverão participar nos eventos.
Salif Keita possui laços com o Impador Sunjata Keita, criador do Império maliano no século XVIII, e é um dos melhores cantores africanos.

30 Outubro 2004 12:15:00


xhtml CSS