Músico camaronês Manu Dibango condecorado em Paris

Paris, França (PANA) – O presidente da Câmara de Paris (França), Bertrand Delanoë, vai entregar, terça-feira próxima, na capital francesa, a medalha "Grand Vermeil de la Ville de Paris" ao artista-músico camaronês Manu Dibango, anunciou quinta-feira o município parisense  num comunicado.

Músico inclassificável, percursor da "world music", tirando as suas influências tanto no jazz e na música africana como no rock ou ainda no eletro, Manu Dibango, que festeja os seus 80 anos, este ano, será condecorado em razão da sua "relação particular com França e a cidade de Paris", sublinha a nota.

Nascido em Doualá, nos Camarões, e chegado a França em 1949 antes de se instalar na Bélgica, Manu Dibango tornou-se numa estrela internacional com a difusão do seu título "Soul Makossa", por ocasião do Campeonato Africano das Nações (CAN) em futebol de 1972.

Paralelamente a uma carreira de 50 anos caraterizada por numerosos sucessos populares, Manu Dibango colaborou com diversos artistas reconhecidos a nível internacional, dos quais Nino Ferrer, Peter Gabriel, Dick Rivers, Youssou N’Dour, Zucchero ou ainda Salif Keita.

"Artista sem fronteiras, Manu Dibango não parou de ter uma relação particular com França e a cidade de Paris. Em 16 anos, ele criou em Calais, a cidade que o acolheu à sua chegada dos Camarões, o festival musical gratuito “Soirs au Village”, que se tornou hoje numa referência no setor das músicas atuais ", prossegue o comunicado.

Músico engajado em causas africanas, ele ofereceu aos Parisienses, em maio último, por ocasião da última edição do festival Jazz em Saint-Germain-des- Prés, um concerto inesquescível em honra do Mali, no edifício da Câmara Municipal.

Vários países africanos distinguiram Manu Dibango cujas canções atravessam idades e  fronteiras.

-0- PANA SEI/TBM/SOC/CJB/IZ 13set2013

13 Setembro 2013 13:59:27


xhtml CSS