Músico cabo-verdiano Minó de Mamá morre de doença

Praia- Cabo Verde (PANA) -- O músico cabo-verdiano Teodolinho Ledo Pontes, mais conhecido por "Minó de Mamá", morreu quarta-feira de doença no Hospital de São Filipe, na ilha do Fogo, onde se encontrava internado devido a um acidente cardiovascular sofrido a 5 de Maio, soube a PANA de fonte segura na Praia.
Minó de Mamá, de 87 anos, era considerado um dos melhores tocadores da gaita (acordeão) do arquipélago, tendo animado durante vários anos na ilha do Fogo, sua terra natal, bailes, casamentos, baptizados e as tradicionais festas populares da ilha.
O artista, que gravou um único CD em 1998, actuou também em vários certames nas cidades da Praia e do Mindelo, na ilha de São Vicente.
Minó de Mamá participou igualmente em diversos festivais internacionais na Suíça, Portugal, Senegal e nos Estados Unidos.
Numa mensagem de condolências enviada à família do músico, o Presidente cabo-verdiano, Pedro Pires, disse que o passamento físico deste artista popular constitui "motivo de consternação e tristeza para todos os cabo-verdianos".
Pedro Pires sublinha na mensagem que o músico "foi um dos guardiões da cultura e memórias populares, pelo que a sua identificação com o espírito do Povo, que ele interpretou com distinção, fez dele uma figura de destaque e de não menos agrado entre os cabo-verdianos da sua ilha (Fogo), do arquipélago e da diáspora".
O chefe de Estado cabo-verdiano considera que com a morte de Minó de Mamá o patromónio cultural de Cabo Verde ficou mais pobre.
"Resta-nos apenas o consolo do muito que, em vida, nos deu o seu talento, a sua autenticidade e o seu brilhantismo", escreve o Presidente cabo-verdiano na mensagem.

02 Junho 2004 19:46:00


xhtml CSS