Mulheres tunisinas boicotam cerimónia de homenagem à mulher

Túnis, Tunísia (PANA) – Várias personalidades femininas tunisinas boicotaram sábado a cerimónia organizada pela Presidência tunisina  na presença do chefe de Estado, Béji Caïd Essebsi, para prestar homenagem às mulheres por ocasião da festa  da  mulher que coincide com o 60º aniversário da promulgação do Código do Estatuto Pessoal, a 13 de agosto de 1956.

Este texto promulgado pelo primeiro Presidente tunisino, Habib Bourguiba,  é considerado na época como uma progressão maior para os direitos das mulheres.

Entre as personalidades que boicotaram a cerimónia presidencial, figuram nomeadamente a escritora tunisina Olfa Youssef e a apresentadora de rádio e jornalista Aida Arab.

Se a primeira afirmou preferir passar o dia de 13 de agosto em família, a segunda defendeu simplesmente que esta festa não representava nada para ela.

Ao defender a mesma posição, a humorista Saoussen Maalej indicou que ela não é  fã das ocasiões folclóricas anuais.

A humorista interrogou-se sobre o significado duma tal celebração enquanto várias mulheres morrem anualmente quando transportadas como gado.

-0- PANA AD/IN/IS/SOC/FK/IZ 14ago2016

14 Agosto 2016 18:40:38




xhtml CSS