Mulheres rwandesas mais infectadas pela SIDA que os homens

Kigali- Rwanda (PANA) -- Cerca de 11,5 por cento das mulheres no Rwanda estão infectadas pelo HIV/SIDA contra 10 por cento dos homens, revelou quinta-feira em Kigali, a capital, a primeira dama do país, Jeannette Kagame.
"Esta grande prevalência da SIDA nas Rwandesas explica-se pelo facto destas, ainda submisas aos seus costumes e tradição, viverem a sua sexualidade não como parceiras mas como objectos sexuais", frisou a esposa do presidente Paul Kagame.
De acordo com a primeira dama, que falava na abertura do dia nacional de reflexão sobre o papel da mulher na prevenção da SIDA, junta-se a isto "a pobreza que as expõe à prostituição".
Este dia de reflexão realiza-se na véspera do congresso nacional das organizações femininas do país a realizar-se de 24 à 26 de Janeiro em Kigali.
As mulheres representam mais de 53 por cento da população rwandesa, segundo os resulados provisórios do terceiro censo geral da população e habitat publicados em finais de Dezembro último.

23 Janeiro 2003 17:05:00


xhtml CSS