Mulher mais idosa de Cabo Verde completa 109 anos

Praia, Cabo Verde (PANA) – Maria Veiga Amado, tida como a mulher mais velha de Cabo Verde, celebrou esta quinta-feira, 09 de outubro, 109 anos de vida na cidade de São Filipe, na ilha do Fogo, onde reside, soube-se de fontes familiares.

Nascida a 09 de outubro de 1905, na localidade de Piquinho, zona centro da ilha, a menos de 10 quilómetros da cidade de São Filipe, a centenária, que apresenta ainda alguma lucidez e capacidade para reconhecer pessoas próximas, tem seis filhos vivos (cinco do sexo feminino e um do sexo masculino), dos quais a filha mais velha com 83 anos e a mais nova com 66 anos.

Conhecida popularmente por "Nhanhá de n’Notoni", a aniversariante tem ainda como descendentes um total de 23 netos, 63 bisnetos e 33 trinetos. A sua neta mais velha tem 64 anos e o seu primeiro trineto 14 anos.

Segundo a agência cabo-verdiana de notíciais (Inforpress), para celebrar mais um aniversário de uma das habitantes mais velhas de Cabo Verde e matriarca da família encontram-se na cidade de São Filipe os filhos, netos, bisnetos e outros familiares, muitos quais residentes fora da ilha do Fogo ou no estrangeiro.

Estatísticas anuais da Organização Mundial de Saúde (OMS) reveladas no passado mês de junho dão conta que Cabo Verde tem uma esperança média de vida de 74 anos, mais oito do que em 1990.

Os idosos em Cabo Verde representam apenas seis porcento da população residente no arquipélago estimada em 512.096 habitantes, segundo os resultados do Inquérito sobre Condições de Vida dos Agregados Familiares em 2013 apresentados pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

O inquérito, realizado no último trimestre de 2013, confirmou que a população cabo-verdiana continua jovem, com cerca de 50 porcento de indivíduos menores de 25 anos, dos quais 28 porcento tem menos de 15 anos.

-0-   PANA  CS/TON  09 out 2014



09 Outubro 2014 21:26:37


xhtml CSS