Mulher à frente da União de Jornalistas Independentes do Togo

Lomé,Togo (PANA) - Patricia Adjissekou, jornalista na rádio privada Kanal FM em Lomé, foi eleita secretária-geral da União dos Jornalistas Independentes do Togo (UJIT), para um mandato de dois anos renováveis uma vez, constatou a PANA quarta-feira no local.

A nova secretária-geral que sucede a Crédo Téteh, que terminou o seu mandato, assumia o posto de secretária administrativa da mesa executiva cessante, sinónimo de número dois da organização.

A eleição ocorreu durante a assembleia eletiva realizada na Casa da Imprensa, em Lomé, e
é a primeira vez que uma mulher dirige uma organização de imprensa no Togo, pois a maioria prefere postos menos expostos.

«É pela primeira vez que uma mulher lidera a União», congratulou-se a nova secretária-geral, convidando os seus colegas a apoiá-la para que enfrente o desafio de defender os interesses dos jornalistas no país, com vista a cumprir com êxito o seu mandato.

A eleição de Adjissekou surgiu num contexto muito difícil para a imprensa togolesa muito politizada e dividida e que enfrenta graves problemas de corrupção.

A UJIT, a mais antiga das organizações dos média no Togo, tem como concorrente o Sindicato dos Jornalistas Independentes do Togo (SYNJIT), criado há três meses, depois das discussões no seio da associação mãe, a UJIT.

-0- PANA FAA/BEH/CJB/IZ 30abril2014

30 Abril 2014 17:11:49




xhtml CSS