Mudanças Climáticas constituem ameaça exponencial para África, segundo BAD

Túnis, Tunísia (PANA) – O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) determinou sete desafios aos quais o continente africano deve fazer face devido às mudanças climáticas e às suas consequências perigosas.

O primeiro desafio citado pelo BAD, que fez este anúncio numa altura em que se realiza a Conferência de Paris sobre as Mudanças Climáticas, envolve a diminuição da produtividade agrícola.

Com efeito, segundo as previsões do BAD, as mudanças climáticas vão provocar uma diminuição das colheitas em todo o continente.

Na Namíbia, por exemplo, sublinha a instituição financeira pan-africana, as influências climáticas poderão causar reduções de colheitas de um porcento para seis porcento do Produto Interno Bruto (PIB).

O aumento das condições climáticas severas vai aumentar o calor no mundo alargando-o cada vez mais, o que provocará secas severas, inundações e tempestades tropicais, afirma o BAD, precisando que o terceiro desafio  se relaciona com doenças e a desnutrição.

Segundo a instituição, inundações acompanhadas de fortes calores podem causar doenças contagiosas  aumentando  ao mesmo tempo casos de desnutrição.

A diminuição dos recursos hidráulicos constitui também um desafio devido às mudanças climáticas. Esta situação poderá ter como causa a diminuição das chuvas, o que pode ameaçar, segundo o BAD, a existência de 90 milhões de pessoas.

As consequências na produção da energia, o aumento do nível dos mares e a ameaça contra os recursos haliêuticos constituem outros desafios enumerados pelo BAD.

-0- PANA AD/IN/IS/FK/DD  9dez2015

09 Dezembro 2015 21:22:43


xhtml CSS