Motoqueiro italiano Fabrizio Méoni morre em Rali Dakar 2005

Dakar- Senegal (PANA) -- O motoqueiro italiano Fabrizio Meoni, vencedor do Rali Dakar em 2001 e em 2002, morreu terça-feira aos 47 anos, vítima de uma crise cardíaca, anunciou a organização da corrida.
A morte de Meoni, depois da crise cardíaca ocorrida durante a 11ª etapa entre Atar e Kiffa, na Mauritânia, é a segunda registada no rali-raid deste ano, após a do motoqueiro amador espanhol Jose Manuel Perez.
Meoni, que já tinha decidido não voltar a participar na corrida após a edição de 2004, foi descoberto por um outro concorrente, o francês David Frétigné, depois do segundo ponto de passagem da Especial, precisa a mesma fonte.
Apesar dos cuidados médicos de emergência, o italiano, que fazia desta edição de 2005 do Dakar a sua "última corrida", não voltou a levantar-se.
Foi submetido a 45 minutos de massagem cardíaca mas acabou por sucumbir.
A morte do piloto italiano é a 22ª registada após a criação do Rali, há 27 anos, mas é apenas a segunda vez desde 1992 que a corrida, que termina na capital senegalesa, conhece mais de uma vítima mortal.

12 Janeiro 2005 12:39:00


xhtml CSS