Motoqueiro Jose Perez, primeira vítima do Rali Dakar 2005

Dakar- Senegal (PANA) -- O Rali-raid Dakar 2005 registou no fim-de- semana a sua primeira morte, a do motoqueiro espanhol Jose Manuel Perez, vítima de uma queda durante a sétima etapa entre as cidades de Zouerat e Tichit, na Mauritânia.
O concorrente espanhol morreu no hospital de Alicante, na Espanha, aonde foi transportado domingo, declarou a organização do Rali.
Torna-se assim na primeira vítima mortal da edição 2005 do Dakar que termina a 16 de Janeiro.
O seu estado de saúde que estava estacionário, apesar do forte traumatismo sofrido após o seu acidente no deserto mauritano, degradou-se de repente.
Jose Manuel Perez, que estava na sua quarta participação, caiu antes do CP1 (primeiro ponto de controlo no quilómetro 261 da etapa que contava 660 quilómetros), de acordo com o director da organização da prova de Dakar, Etienne Lavigne.
Foi levado a Zouerat onde foi operado pelos médicos que acompanham a corrida.
O ferimento do motoqueiro durante esta etapa muito difícil da prova necessitou de uma operação no local que tornou o seu estado estável antes de ser transferido para Dakar.
Foi transportado por avião, domingo, da capital senegalesa para a Espanha para cuidados mais adequados.
Finalmente, o motoqueiro espanhol faleceu pouco após a sua admissão no hospital de Alicante.
O seu desaparecimento segue-se ao de Richard Sainct, triplo vencedor de Dakar (1999, 2000, 2003), que morreu em Setembro passado durante o Rali dos Faraós, no Egipto.
A última morte registada na prova de Dakar remonta a 2003, com o desaparecimento de um co-piloto amador na categoria auto, Bruno Cauvy.

11 Janeiro 2005 11:48:00


xhtml CSS