Mortos e feridos durante marcha em Abidjan

Abidjan, Côte d’Ivoire (PANA) – Vários mortos e feridos foram registados após a repressão pelas Forças de Defesa e Segurança (FDS) duma manifestação de militantes da Coligação dos Houphouetistas para a Democracia e a Paz (RHDP) que marcham quinta-feira para a televisão estatal para instalar os novos dirigentes nomeados pelo Governo de Alassane Ouattara, um dos Presidentes proclamados na Côte d’Ivoire, segundo testemunhas.

"Vimos três corpos no chão sem vida entre Adjamé e Abobo", disse à PANA uma testemunha.

Por volta das 9 horas (locais e TMG) numerosos partidários de Alassane Ouattara provenientes de Abobo passaram por Adjamé para se dirigir para Cocody, onde está situada a Rádio Televisão Ivoiriense (RTI), respondendo assim ao apelo do Governo criado pelo ex-primeiro-ministro.

As FDS, que apoiam Laurent Gbagbo, igualmente proclamado Presidente pelo Conselho Constitucional, dispersaram também manifestantes na comuna de Koumassi com tiros de intimação ao ar e com bombas lacrimogéneas, causando alguns feridos.

Em Yopougon, o cordão de segurança era visível nos principais cruzamentos da comuna, onde barragens foram implantadas e mesas e pneus incendiados por jovens da RHDP.

Visto que o perímetro da RTI está cercado por um importante destacamento das FDS, o acesso à comuna de Cocody era quase impossível.

Guillaume Soro, nomeado primeiro-ministro por Alassane Ouattara, prometeu instalar-se na Primatura nas mesmas condições.

A tensão continua muito alta em Abidjan, agudizada por esta operação que visa instalar à força os dirigentes do Governo de Alassane Ouattara.

-0- PANA GB/JSG/CJB/TON   16Dez2010

16 Dezembro 2010 13:52:32




xhtml CSS