Mobilização nas Maurícias contra construção de central de carvão

Port-Louis, Maurícias (PANA) - Habitantes das cidades do oeste das ilhas Maurícias, reunidos no seio da Plataforma Citadina, depositaram um recurso no Supremo Tribunal de Port-Louis, reclamando pela proibição dum projeto de construção de uma central de carvão na sua região por uma firma da Malásia, soube a PANA quarta-feira de fonte judiciária.

Em primeiro lugar, esta firma viu negada uma autorização para este projeto, todavia o Tribunal do Ambiente acabou por lhe dar a razão a 16 de julho último, de acordo com a fonte.

Um engenheiro do ambiente, Vassen Kauppaymuthoo, disse recear para a saúde dos habitantes de toda a região do oeste da ilha, como também para a degradação do ambiente terrestre e marinho local.

Ilhas Maurícias produzem cerca de 75 porcento da sua eletricidade a partir do petróleo importado e 22 porcento a partir do bagaço, um subproduto da cana-de-açucar e do carvão, enquanto o resto provém da energia hidráulica, indica-se.

-0- PANA NA/AAS/IBA/CJB/DD    04out2012

04 Outubro 2012 21:44:03


xhtml CSS