Mobilização de recursos contra doenças infectuosas na RD Congo

Kinshasa- RD Congo (PANA) -- A 8ª reunião anual dos programas nacionais "lepra e tuberculose", realizada recentemente em Kinshasa, recomenda ao governo prosseguir a sua campanha de mobilização de recursos para a eliminação da lepra e o controlo da tuberculose, consideradas como graves problemas de saúde pública na RD Congo.
Segundo o plano de trabalho adoptado no final dos trabalhos e enviado terça-feira à noite à PANA, o encontro advogou ainda a motivação do pessoal sanitário, dando-lhe um salário condigno, bem como um apoio por forma a melhorar as condições de trabalho.
Os participantes convidaram igualmente os serviços centrais do Ministério da Saúde a elaborar um plano de mobilização social para os dois programas, garantir o abastecimento de medicamentos, velar pela qualidade a nível da coordenação e elaborar um projecto de eliminação da lepra.
Para se controlar a situação no local, as pessoas infectadas com a tuberculose devem beneficiar de um tratamento gratuito e o pessoal sanitário deve ser reciclado e a comunidade internacional envolvida nesta luta.
O director do Programa Nacional para a Eliminação da Lepra (PNEL), Oscar Mputu, indicou na mesma ocasião que a reunião permitiu aos dois programas adoptar um plano de trabalho do quarto trimestre de 2003 e o do ano 2004.
Para o PNEL, os resultados são fiáveis.
Efectivamente, com a abertura geográfica do programa abaixo dos 59 por cento e uma taxa de prevalência de 0,82 por cento para 10 mil habitantes em 2002, é necessário intensificar a campanha de eliminação em toda extensão do território nacional, disse.
Os resultados do Programa Nacional da Tuberculose são igualmente fiáveis com uma taxa de detecção de 55 por cento em 2002 e a de cura de 66 por cento em 2001.
O plano de detecção era de 70 por cento de novos casos e o de cura, de 85 por cento graças à extensão da estratégia DOTS.
O Plano de trabalho adoptado no final deste encontro permitirá aos dois programas controlar a situação destas duas doenças em todo país, soube-se junto do PNEL.

24 Setembro 2003 22:40:00


xhtml CSS