Missão da UA no Mali e Sahel solidária com Nigéria contra rapto de alunas

Abidjan, Côte d´Ivoire (PANA) - A Missão da União Africana para o Mali e Sahel (MISAHEL) exprimiu terça-feira a sua solidariedade à Nigéria condenando o rapto de 200 alunas no norte deste país, há um mês, pela seita islamita local Boko Haram, indica um comunicado desta instituição.

Numa declaração entregue à MISAHEL por organizações femininas do Mali, estas condenam com "o último rigor este crime odioso que não honra África", exigindo dos chefes de Estado africanos "para assumirem todas as suas responsabilidades a fim de salvarem a paz e a calma na zona sahelo-sariana".

O chefe da unidade política da MISAHEL, Ntolé Kazadi, agradeceu ao Coletivo e informou-o sobre ações empreendidas pela União Africana (UA) face a este ato odioso e à insegurança no Sahel.

Estas organizações femininas anunciaram ainda, para os próximos dias, ações para darem o seu apoio infalível ao "povo nigeriano afetado na sua alma e na sua carne, bem como na sua honra manchada por estes atos bárbaros e indignos".

-0- PANA BAL/IS/SOC/MAR/DD 14maio2014

14 Maio 2014 10:55:28


xhtml CSS