Ministros da IGAD otimistas em progressos militares do Governo somalí

Malabo, Guiné Equatorial (PANA) – Os ministros dos Negócios Estrangeiros da África Oriental estão otimistas face aos progressos registados pelas tropas do Governo somalí para assumir o controlo de diferentes partes de Mogadíscio.

Os ministros, sob a égide da Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento (IGAD), que se reuniu à margem da reunião do Conselho Executivo da União Africana (UA), defenderam o reforço da assistência militar, pedindo aos países que prometeram soldados para respeitar com urgência as suas promessas.

Eles apelaram igualmente para o reforço da ajuda militar às forças somalís para lhes permitir libertar os bairros de Mogadíscio ainda sob controlo dos insurretos islamitas.

Nas últimas semanas, os soldados da União Africana, em colaboração com o Exército governamental somalí e os combatentes do grupo islamita moderado Ahlu Wasunaa Waljamaa, conseguiram tomar o controlo de zonas estratégicas em diferentes partes de Mogadíscio.

Estes confrontos urbanos permitiram nos últimos dias alargar a zona controlada pelo Governo.

Os ministros da IGAD exortaram as Nações Unidas e  a UA a transferir imediatamente pessoal para a Somália a fim de assistir o Governo na sua organização militar.

Eles saudaram igualmente a assinatura do Acordo de Kampala, que prorroga o mandato do Governo por um ano suplementar até à realização das eleições.

Os ministros afirmaram que a formação do novo Governo somalí é urgente em conformidade com o Acordo de Kampala.

O novo primeiro-ministro somalí, Abdiweli Mohamed Ali, deve formar rapidamente um novo Governo, tendo em conta o Acordo de Kampala rubricado recentemente, declararam os  chefes da diplomacia da IGAD num comunicado divulgado quarta-feira em Malabo.

-0- PANA AO/SEG/NFB/JSG/FK/TON 30junho2011

30 Junho 2011 12:26:56




xhtml CSS