Ministro na Zâmbia manda para casa funcionários atrasados

Lusaka, Zâmbia (PANA) - O ministro zambiano da Província de Lusaka, Bowman Lusambo, mandou para casa 45 funcionários que teriam alegadamente chegado atrasados, segunda-feira, à Administração Provincial na capital, Lusaka.

Lusambo fez nesse dia uma visita improvisada às instalações da Administração Provincial em Lusaka, onde mandou os retardatários para casa.

O governante revelou que os retardatários seriam descontados de um dia nos seus salários.

"Hoje de manhã, mandei para casa 45 funcionários da Administração Provincial de Lusaka por estarem atrasados para o trabalho, e fechei pessoalmente a entrada principal, exatamente às oito horas, e mandei para casa os que chegaram além desta hora", declarou Lusambo num comunicado distribuído quarta-feira, em Lusaka.

Segundo ele, o regulamento da Função Pública estipula que o trabalho começa às 08:00 horas, "mas é preocupante ver que alguns funcionários chegam atrasados, por volta das 09:00 horas, o que dificulta o bom funcionamento do serviço público para a nossa população e é equivalente para mim a uma apropriação indevida de fundos públicos ".

O ministro anunciou que escreveria ao Ministério das Finanças pedindo o desconto de um dia de pagamento dos salários desses 45 funcionários que foram mandados para casa.

“Enquanto eu permanecer no cargo, vou certificar-me de que os funcionários fazem o trabalho pelo qual são pagos. Sua Excelência (Presidente) Edgar Chagwa Lungu, o grande líder, deu o exemplo trabalhando antes das oito horas. Devemos então nos inspirar nele ", acrescentou  Lusambo.

-0- PANA MM/VAO/FJG/IS/DIM/IZ 25julho2018

25 Julho 2018 15:21:20


xhtml CSS