Ministro defende mudança racial nos desportos sul-africanos

Cidade do Cabo- África do Sul (PANA) -- O Ministro sul-africano dos Desportos e Recreação, Ngconde Balfour, advertiu que poderá introduzir leis para impor a transformação racial nos desportos se as equipas do país não tomarem medidas.
Falando terça-feira na Assembleia Nacional da Cidade do Cabo, Balfour disse estar preocupado com a imagem que a África do Sul transporta para o resto do mundo quando as suas equipas não são representativas dos diferentes grupos raciais.
"Ao passo que as nossas bandeiras que sobrevoam nas arenas desportivas do mundo geram um grande orgulho e serve de instrumento de marketing para o nosso país, os espectadores continuam confusos se é uma equipa da Europa ou de África", lamentou o Ministro.
Balfour adiantou que "frequentemente, equipas europeias são mais integradas que as equipas do nosso país.
Certamente isto deve ser um indício para todos nós que estamos engajados para uma nova África do Sul baseada em igualdade e justiça".
Sublinhou que a sua paciência estava "a chegar ao fim" e poderá ser obrigado a impor quotas raciais.
"Até agora resisti a opção de legislar sobre a transformação nos desportos, e ao invés disso deixar as Federações nacionais para reconsiderarem as suas opções para dirigirem as iniciativas nas suas estruturas.
Temos de mudar, não há alternativa", ressaltou o Ministro dos Desportos e Recreação.

09 Abril 2003 13:21:00




xhtml CSS