Mini-cimeira da UA inicia-se em Cotonou

Cotonou, Benin (PANA) – Uma mini-cimeira da União Africana (UA) consagrada à situação de segurança no continente iniciou-se sábado em Cotonou com a participação de cerca de 10 chefes de Estado e de Governo, constatou a PANA no local.

O chefe do Estado beninense, Boni Yayi, Presidente em exercício da UA, saudou a presença dos seus pares como manifestação da importância que eles concedem à causa do continente numa altura em que África está num período importante do seu destino e em que os Africanos devem suprimir definitivamente o afro-pessimismo.

A cimeira deve passar em revista a situação no Sudão e no Sudão Sul, a rebelião no norte do Mali, a ameaça da seita islamita Boko Haram na Nigéria e a questão da Líbia com a circulação de armas pesadas e ligeiras que favorecem as insurreições nos países vizinhos.

A reunião de Cotonou debruçar-se-á sobre a adoção dum roteiro com base no qual o Presidente da UA vai trabalhar em colaboração com os antigos dirigentes de África para encontrar soluções à situação atual do continente.

Em Cotonou, além das questões de paz e de segurança, os chefes de Estado da UA vão discutir sobre a boa governação, a democracia e a criação duma zona de livre troca no continente para desenvolver o comércio intrafricano.

Além do Presidente Boni Yayi, estão presentes em Cotonou os Presidentes Idriss Déby Itno do Tchad, Denis Sassou Nguesso do Congo, Alassane Dramane Ouattara da Côte d’Ivoire, Paul Kagamé do Rwanda, Jacob Zuma da África do Sul, Ellen Johnson Sirleaf da Libéria, Faure Essozima Gnassingbé do Togo, Issifou Mahamadou do Níger, Ali Bongo Odimba do Gabão e Goodluck Jonathan da Nigéria.

De notar igualmente as presenças do primeiro-ministro etíope, Meles Zenawi, e do presidente da Comissão da UA, Jean Ping.

-0- PANA IT/JSG/CJB/TON   18fev2012

18 Fevereiro 2012 12:52:15


xhtml CSS