Milhões de alunos cantam para 93º aniversário natalício de Nelson Mandela

Cidade do Cabo, África do Sul (PANA) – Mais de 12 milhões de alunos sul-africanos vão cantar uma canção especial para o ex-Presidente sul-africano, Nelson Mandela, por ocasião da celebração do seu 93º aniversário natalício, a 18 de julho próximo, anunciou a ministra do Ensino Primário, Angie Motshekga.

Segundo a governante sul-africana, os alunos içarão a bandeira nacional  de manhã, antes de cantar o hino nacional e visionar um documento sobre Madiba, a alcunha de Mandela.

Motshekga, que falava esta terça-feira na Fundação Nelson Mandela dedicada às crianças em Joanesburgo, capital económica do país, exortou todos os Sul-Africanos a juntarem-se aos petizes para celebrar este evento.

Por outro lado, o coro Philadelphia’s Keystone State Boychoir (KSB), dos Estados Unidos,   composto por jovens, chegou à África do Sul para um périplo histórico de duas semanas.

O KSB é o único coro que já cantou em sete continentes, incluindo na Antártica.

A série de concertos organizada no quadro do « Happy Birthday, Madiba !", o  Concert Tour prestará homenagem a Mandela através de canções e serviços.

O antigo chefe de Estado sul-africano pediu que, por ocasião do seu aniversário natalício, os seus compatriotas sul-africanos consagrassem 67 minutos do seu tempo para servir a comunidade.

O KSB decidiu deslocar-se à África do Sul durante o mês do aniversário do herói da luta anti-apartheid, e, diariamente, durante  este périplo, os rapazes consagrarão 67 minutos do seu tempo ao serviço  da música e da comunidade, comforme o pedido de Mandela.

« Nelson Mandela é um dos raros e verdadeiros heróis atualmente em vida.  É importante que as pessoas saibam que ele é o que ele representa . Ele lutou para os Sul-Africanos e ao mesmo tempo para nós todos”, declarou o diretor musical do coro, Steven Fisher.

Composto por 160 jovens de oito a 18 anos de idade de origens diversas, o coro dará concertos no país, nomeadamente na ilha de Robben Island, na cidade do Cabo, onde Nelson Mandela foi encarcerado durante 18 anos.

No plano internacional, ele já atuou em Manaus Opera House, no Brasil, em Hanoi Opera House,  no Vietname, em Petronas Philharmonik Hall, na Malásia, mas também no Alasca, no Canadá, na África do Sul, no Japão, na Tailândia, no Cambodja, na Austrália, em Mónaco, em França, na Alemanha, na Áustria, na Bulgária, no Chile e na Antártica.

-0- PANA CU/SEG/NFB/JSG/FK/DD 13julho2011

13 Julho 2011 18:40:33




xhtml CSS