MINUAD preocupada com confrontos intertribais no sul de Darfur

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) – A Missão Conjunta das Nações Unidas e União Africana (UA) em Darfur (MINUAD)  exprimiu quinta-feira a sua profunda preocupação face  à escalada da tensão e dos confrontos entre as tribos Reizegat e Habaniya em Al Sunta,  a cerca de 150 quilómetros a sudeste de Nyala, no sul de Darfur (Sudão).

Um comunicado da ONU transmitido à PANA, em Nova Iorque, sublinha que, a 14 de julho corrente, diversas fontes assinalaram que a violência fez dezenas de mortos e causou ferimentos dos dois lados.

Num esforço para restabelecer a calma,  a MINUAD declarou que ela « pede com insistência » aos líderes e aos membros das duas tribos para exercer um máximo de moderação, iniciar um diálogo construtivo para resolver as suas divergências e abster-se de qualquer ato que poderá conduzir para uma intensificação da violência, a perda de vidas humanas e a deslocação potencial das pessoas inocentes.

A missão declarou que ela está a acompanhar de perto a situação para as atualizações pormenorizadas, incluindo a causa real dos confrontos e o número de vítimas.

Entretanto, a MINUAD indicou que ela está a trabalhar para proteger os civis afetados, facilitar e apoiar todos os esforços do Governo do Sudão, a administração  indígena, os  líderes das duas tribos e outros intervenientes chaves a fim de amortecer as tensões e chegar à reconciliação entre as tribos Reizegat e Habaniya.

-0- PANA AA/MA/MTA/TBM/SOC/FK/IZ 17julho2015

17 Julho 2015 11:14:02




xhtml CSS