MINUAD preocupada com confrontos étnicos mortíferos na região sudanesa de Darfur-Sul

Dar es Salaam, Tanzânia (PANA) - A Missão da União Africana e das  Nações Unidas  em Darfur (Minuad) declarou-se preocupada por informações sobre uma escalada de tensões e confrontos entre as comunidades étnicas Reizegat e Habaniya em Darfur-Sul, no oeste do Sudão.

Os confrontos entre as duas comunidades ocorridos a 14 de julho corrente fizeram dezenas de mortos e feridos em ambos os lados, de acordo com um comunicado de imprensa publicado sexta-feira última na sede da Minuad em El Fasher, principal cidade da região do Darfur, palco de combates.

Baseando o seu relatório em várias fontes, o comunicado indica que os combates teriam sido desencadeados por um caso de roubo de gado por causa do qual as duas comunidades teriam mobilizado seus combatentes.

Numa tentativa de restaurar a calma, a Minuad convidou "os líderes e os membros de ambas as comunidades a exercerem a máxima contenção, empreenderem um diálogo construtivo para resolver suas diferenças e evitar qualquer ato susceptível de intensificar a violência, causando perdas de vidas e o deslocamento exponencial de pessoas inocentes".

Porém, a instituição indicou estar a acompanhar de perto a situação, incluindo procurar a verdadeira causa dos confrontos e o número de feridos.

Afirmou continuar a fazer do seu possível, no quadro das suas capacidades e do seu mandato, para proteger os civis afetados, facilitar e apoiar todos os esforços do Governo do Sudão, da  administração local, os responsáveis das duas comunidades e outros parceiros para atenuar as tensões e reconciliar as etnias Reizegat e Habaniya.

-0- PANA AR/FJG/BEH/DIM/DD 19julho2015

19 يوليو 2015 09:51:15




xhtml CSS