MINUAD organiza fórum sobre mulheres e paz em Darfur

Cartum, Sudão (PANA) – Mais de 100 mulheres sudanesas, originárias dos três Estados da região de Darfur, participaram num diálogo sobre o papel das mulheres na paz durante um conflito, anuncia um comunicado de imprensa da Missão conjunta da ONU e da União Africana em Darfur (MINUAD).

A MINUAD disse que a sessão que decorreu em El Fasher, capital do Estado de Darfur  Norte, foi marcada por discussões sobre os progressos realizados na aplicação da Resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas 1325 sobre as mulheres, a paz e a segurança com o lema "as mulheres contam para a paz".

Entre os participantes figuram representantes dos Governos dos Estados, legisladores e agências das Nações Unidas, indicou a MINUAD.

Durante a sessão, Aichatou Mindaoudou Souleymane, representante especial adjunta da MINUAD, sublinhou algumas realizações atingidas pelas mulheres de Darfur, tais como o compromisso ativo no processo de paz e político, o trabalho realizado para prevenir a violência contra as mulheres e o apoio a projetos de subsistência.

"A resolução define com justeza a importância das mulheres tanto nos conflitos como nas situações pós-conflito, as mulheres como agentes de mudança positiva e como cidadãos que precisam de proteção especial. Em Darfur, as mulheres adotaram a resolução 1325", afirmou.

Falando igualmente durante a sessão, o chefe do Conselho Superior da Juventude e Desportos, Ahmed Tiggani Sinin, ressaltou que as mulheres são as que mais pagaram o tributo na guerra perdendo os seus maridos, filhos e irmãos, e que são capazes de desempenhar diferentes papéis em todos os setores.

O comunicado ressalta que a MINUAD, com a colaboração das autoridades locais, organizou fóruns de sensibilização e de avaliação da aplicação da resolução 1325 em 14 localidades de Darfur.

-0- PANA MO/VAO/AKA/TBM/SOC/CJB/TON 19nov2011

19 Novembro 2011 10:28:01




xhtml CSS