Meningite faz 32 mortos no Gana

Accra, Gana (PANA) – Uma epidemia duma variante de meningite em várias províncias do Gana  preocupa as autoridades sanitárias depois de a doença matar 32 pessoas durante as últimas três semanas, noticiou esta segunda-feira o diário governamental “Graphic”.

Segundo o jornal, entre sexta-feira e domingo esta última variante da meningite, a meningite de pneumococo, fez quatro mortos, acrescentando-se ao número de vítimas recenseadas principalmente nas províncias de Brong Ahafo e de Ashanti.

O vice-ministro da Saúde, Victor Asare Bampoe, citado pelo jornal, declarou que 140 casos da doença foram registados.

A pior epidemia de meningite cerebrospinal (MCS) ocorreu em 1994 e 1996 e afetou 17 mil pessoas e fez mil mortos. As suas sintomas são febre, dores de cabeça intensas, rigidez da nuca e problemas de consciência e ela afeta as regiões no norte, do leste e a Upper West Region, mas também várias partes das regiões de Brong Ahafo e de Ashanti.

O Governo lançou uma campanha de imunização das populações contra a MCS há alguns anos.

Bampoe disse que o atual tipo da doença « é aquele a que estamos habituados, mas ela é causada por uma bactéria denominada streptococcus pneumoniae", adiantando que, embora mais mortal, ela não se propaga tão rapidamente como a MCS.

A meningite é uma doença grave e potencialmente mortal causada por uma bactéria. Ela mata  1 doente em 10 mesmo se eles receberem antibióticos eficazes.

Trata-se duma inflamação das meninges, ou seja  envelopes da medula espinal e do cérebro, que aparece durante a estação seca.

-0- PANA MA/NFB/JSG/IBA/FK/TON 26jan2016

26 Janeiro 2016 11:19:21


xhtml CSS