Médias africanos chamados a divulgar mais mensagens de integração

Abuja- Nigéria (PANA) -- A comissária da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) para o Desenvolvimento Humano e Género, Adrienne Diop, convidou os profissionais dos médias da região darem prioridade à difusão das mensagens da integração, em particular em direcção às populações.
Numa declaração de que PANA teve conhecimento sexta-feira última, Adrienne Diop indicou que a colaboração entre a CEDEAO e actores não governamentias se baseia na convicção de que os Governos não podem sozinhos realizar a integração.
"A integração não pode ser realizada por uma só franja da população.
Os actores não governamentais têm um grande papel a desempenhar neste processo e podem ser mais úteis às populações", defendeu a comissária da CEDEAO.
Ela indicou que a organização oeste-africana elaborou uma parceria estratégica com actores não governamentais, organizações da sociedade civil e redes regionais.
Na sua opinião, estas estruturas são capazes, tendo em conta a sua natureza, de servir de intermédios entre o Governo e a população contribuindo assim com as suas experiências individuais e colectivas para os esforços de desenvolvimento regional e de integração.
No entanto, prosseguiu, estes actores não-governamentais precisam de construir as suas capacidades a fim de desempenhar de maneira efectiva e pertinente o seu papel no processo de integração africana.
Adrienne Diop agradeceu finalmente à Comissão Europeia a sua cooperação com a CEDEAO e a União Económica Monetária Oeste-Africana (UEMOA), bem como o seu apoio às políticas de desenvolvimento, redução da pobreza e integração progressiva na economia mundial dos países da região.

31 Janeiro 2009 15:19:00




xhtml CSS