Mauritânia alberga 52ª sessão da Comissão Africana de Direitos Humanos

Nouakchott, Mauritânia (PANA)   - As sessões da 62ª reunião da Comissão Africana dos Direitos Humanos e dos Povos (CADHP) foram oficialmente abertas esta quarta-feira, no Centro Internacional de Conferências de Nouakchott (CICN), na presença do Presidente mauritano, Mohamed Ould Abdel Aziz, constatou a PANA no local.

Este fórum reúne atores africanos no domínio dos direitos humanos para discutirem sobre os problemas que se colocam nos diferentes países, medir os progressos, trocar experiências e estabelecer as melhores vias e meios de promover os direitos humanos.

Na sua alocução da cerimónia de abertura, o chefe de Estado mauritano, Mohamed Ould Abdel Aziz, ressaltou «o papel central da CADHP no desenvolvimento económico e social do continente e através da sua contribuição para a promoção dos recursos humanos ».

Ele instou a CADHP "a envidar cada vez mais esforços para a preservação e a promoção da dignidade dos filhos do continente africano".

Na sessão de abertura, vários militantes de Organizações não Governamentais (ONG) geralmente muito críticas  contra o poder queixaram-se de não terem tido acesso às instalações do Centro de Conferências, precisando que os seus nomes que figuravam inicialmente na lista de convidados teriam sido suprimidos no último momento.

A Comissão Africana dos Direitos Humanos e dos Povos representa o órgão de aplicação da Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos criada, em novembro de 1987, em conformidade com  as disposições do artigo 30º, para promover e proteger os direitos humanos em África.

-0- PANA SAS/BEH/FK/IZ 25abril2018

25 avril 2018 18:02:35




xhtml CSS