Maurícias querem acolher conferência sobre reconstrução de Madagáscar

Addis Abeba, Etiópia (PANA) – O ministro maurício dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comércio Internacional, Arvin Boolel, propôs quinta-feira à noite em Addis Abeba (Etiópia), a hospitalidade do seu país para acolher o mais brevemente possível uma conferência internacional sobre a reconstrução de Madagáscar, afirmando que esta Grande Ilha deve reaver o seu lugar na economia do Oceano Índico.

« Madagáscar tem vocação para se tornar no celeiro de todo o Oceano Índico, uma vez que o país tem enormes potencialidades. A Comissão do Oceano Índico deseja uma reunião de doadores para acompanhar a saída da crise, e nós estamos prontos para receber este encontro”, explicou o chefe da diplomacia maurícia a um grupo de jornalistas.

Boolel sublinhou o interesse do seu país pelo relançamento da economia malgaxe após quatro anos de tensões políticas que destruíram vários setores de atividades.

« O nosso desejo, nós Maurícios, é ajudar Madagáscar a recuperar o lugar que foi seu no Oceano Índico antes da crise. Devo lembrar que as ilhas Maurícias são o terceiro investidor estrangeiro em Madagáscar e queremos aumentar o volume dos nossos investimentos neste país”, defendeu o ministro maurício.

Após quatro anos de crise política, vários pilares da economia malgaxe dos quais a agricultura, os serviços e os investimentos estrangeiros, desabaram.

O país manteve, por outro lado, nos últimos anos, relações difíceis com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e com o Banco Mundial (BM).

-0- PANA SEI/JSG/IBA/FK/IZ 25jan2013

25 Janeiro 2013 17:56:51




xhtml CSS