Maurícias lançam projeto "Casa Solar" para lutar contra pobreza

Port-Louis, ilhas Maurícias (PANA) – As ilhas Maurícias lançaram um projeto “Casa Solar”, visando instalar sistemas fotovoltaicos solares nos telhados de 10 mil casas de famílias pobres, no quadro de esforços do Governo para reduzir a pobreza e contribuir ao mesmo tempo para o objetivo nacional de atingir uma produção de 35 porcento de energia verde até 2025.

Quase duas mil famílias serão abrangidas cada ano, num projeto a ser executado em cinco fases nos próximos cinco anos.

O vice-primeiro-ministro maurício, Ivan Collendavelloo, declarou ser pela primeira vez que as camadas mais desfavorecidas da população do país vão poder utilizar uma eletricidade produzidas por elas próprias graças a panéis solares.

Ele indicou que o projeto visa ajudar as comunidades de fraca receita a tornar-se autónomas  no plano energético, fazer economias nas suas faturas de eletricidade e preservar o ambiente.

« A Central Electricity Board (CEB) vai financiar a instalação dos panéis solares nos telhados das casas identificadas para beneficiar deste projeto », acrescentou o vice-primeiro-ministro.

Segundo ele, 350 milhões de rupias (10 milhões de dólares americanos) foram obtidos  sob forma de empréstimo  concedido pelo fundo Abu Dhabi Fund for Development e pela Agência Internacional para as Energias Renováveis (IRENA, em inglês) para a execução deste projeto.

Collendavelloo explicou que este projeto vai reforçar as capacidades da rede elétrica nacional através da produção de 10 megawatts de energia verde, o que vai permitir realizar economias na ordem de 35 milhões dólares americanos nas importações de energia fóssil durante a execução do projeto e melhorar a sua segurança energética nacional.

-0- PANA NA/FJG/IS/FK/IZ 18maio2018

18 Maio 2018 18:32:45


xhtml CSS