Marinha nigeriana interceta traficantes de crude

Lagos, Nigéria (PANA) – A Marinha nigeriana, que efetuava uma manobra militar na província petrolífera do Delta do Níger, revela ter intercetado 17 embarcações que realizavam atividades marítimas ilegais de tráfico de crude.

A imprensa local que cita este domingo declarações do chefe de Estado-Maior da Marinha, o vice-almirante Dele Ezeoba, indica que duas das 17 embarcações arrestadas não conseguiram justificar a considerável quantidade de combustíveis que tinham no acto da sua interceção.

O chefe do Estado-Maior da Marinha declarou que algumas das embarcações intercetadas continham petróleo bruto e não possuíam nenhum documento que possa justificar o conteúdo.

«É importante sublinhar que a manobra militar vai prosseguir e que nós faremos o nosso possível no limite dos nossos meios logísticos», declarou.

Lembre-se que o Presidente nigeriano, Goodluck Jonathan, declarou que a Nigéria é o único país no mundo onde o crude é roubado numa proporção alarmante cujas cifras avançadas pelos responsáveis do Governo divergem dum serviço para o outro, enquanto a Agência Internacional de Energia (IEA) estima em cerca de sete biliões de dólares americanos as perdas causadas anualmente à Nigéria.

-0- PANA SEG/ASA/SSB/FK/IZ 18nov2012

18 Novembro 2012 14:58:02


xhtml CSS