Mandato da missão conjunta da União Africana e das Nações Unidas em Darfur prorrogado

Nova iIorque, Estados Unidos (PANA) - O mandato da Missão Conjunta das Organização das Nações Unidas-União Africana de Manutenção da Paz em Darfur (MINUAD), no oeste do Sudão, foi prorrogado sexta-feira para finais de junho do ano de 2019, segundo uma declaração onusina publicada neste fim de semana em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança (CS) da ONU também reduziu o número de tropas no terreno com vista a uma eventual retirada da missão, lê-se no documento.

Porém, o CS enfatizou que, apesar da melhoria da situação de segurança em Darfur, o conflito prevalecente na região, há muito tempo (desde 2003), continua a ameaçar a paz e a estabilidade internacionais.

Segundo os termos da sua resolução, o CS reduzirá os efetivos militares da MINUAD que passarão de oito mil 735 para quatro mil 50 pessoas, mantendo no entanto os seus efetivos da polícia a nível atual, ou seja de dois mil 500 elementos.

Nesta resolução, o Conselho tomou nota das recomendações contidas num relatório especial da ONU-UA publicado no decurso deste ano, tendo em vista a retirada da missão a 30 de junho de 2020, sendo prevista para dezembro de 2029 uma retirada total, desde que não haja preocupações relevantes relativamente à situação de segurança em Darfur.

A guerra civil que eclodiu em 2003 nesta conturbada região fez  dezenas de milhares de mortos e quase dois milhões de deslocados.

Durante combates entre tropas governamentais, apoiadas por milícias sudanesas, e grupos rebeldes armados, foram registadas atrocidades generalizadas, tais como assassinatos e violações sexuais.

-0- PANA MA/AKA/DIM/DD 14julho2018

14 Julho 2018 17:27:16


xhtml CSS