Mali desmente acordo sobre readmissão de migrantes na Europa

Bamako, Mali (PANA) – O Governo maliano desmentiu ter assinado algum acordo com a União Europeia (UE) sobre a readmissão dos migrantes malianos na Europa.

Numa conferência de imprensa, segunda-feira, em Bamako, os ministros malianos dos Negócios Estrangeiros, e dos Malianos do Exterior, respetivamente, Abdoulaye Diop, e Abdramane Sylla, negaram  em bloco a existência dum tal acordo.

A conferência foi expressamente convocada para esclarecer a opinião pública e a diáspora malianas sobre esta questão.

Na ocasião, os dois governantes afirmaram que um tal acordo seria contra os interesses da diáspora maliana cuja contribuição anual à economia nacional está avaliada em mais de 120 biliões de francos CFA.

Segundo eles, a recente visita do ministro neerlandês dos Negócios Estrangeiros,  Bert Koenders, ao Mali não visou assinar qualquer acordo do género, em Bamako.

“Nós mantivemos uma sessão de trabalho com outros ministros. Foi na sequência dum jantar que se assinou um comunicado final", disse Diop.

Na prática diplomática, explicou, este comunicado  inscreve os pontos de acordo e de desacordo, e é um documento que "não tem o valor jurídico dum acordo".

"O Mali não pretende negociar a sua dignidade embora a UE represente uma parceira de desenvolvimento de peso", sublinhou Diop, reafirmando que o Mali "não assinou nenhum acordo".

O Mali possui vários milhares de migrantes irregulares na Europa.

-0- PANA GT/BEH/FK/IZ 20dez2016

20 Dezembro 2016 17:27:29


xhtml CSS