Malawi lança programa de subvenção de acervos agrícolas

Blantyre, Malawi (PANA)   - O Governo do Malawi lançou, terça-feira em Lilongwe, a capital, um programa de subvenção de acervos agrícolas para o ano 2012 destinado a ajudar os camponeses pobres, que praticam a agricultura de subsistência, a garantirem a sua segurança alimentar.

Ao lançar este programa, o vice-ministro malawiano da Agricultura, Ulemu Chilapombwa, disse que o Governo previu que, até ao fim de outubro, todos os 28 distritos do país receberão acervos agrícolas.

"Mesmo se as chuvas começam em finais deste mês, já teremos adubo", disseChilapombwa, indicando existirem mil 140 postos de venda em todo o país para este empreendimento.

Este programa iniciou sob a administração de Bakili Muluzi (chefe do Estado de 1994 a 2004) sob a forma de "kits de arranque" que consistem em pequenos sacos de sementes e de adubos distribuídos aos camponeses.

O falecido Presidente Bingu wa Mutharika (morto a 6 de abril de 2012 depois de dirigir o país desde maio de 2004) melhorou este programa reduzindo consideravelmente o preço dos adubos a fim de os vender aos camponeses necessitosos que, em contrapartida, deviam reconhecer ter sido atendidos.

O programa de subvenção dos acervos agrícolas tornaram o Presidente Mutharika muito popular na medida em que, durante a sua deputação, o Malawi registou excedentes na produção de milho,  principal produto alimentar no país.

-0- PANA RT/SEG/FJG/AAS/CJB/DD    03out2012

03 Outubro 2012 07:38:28


xhtml CSS