Mais de 3.000 movimentos de protesto registados na Tunísia em 2017

Tunis, Tunísia (PANA) - A Tunísia registou, nos últimos três meses de 2017, um total de três mil e 136 movimentos de protesto maioritariamente ocorridos em Kairouan, Kasserine, Gafsa e Sidi Bouzid, no mesmo período em que se verificaram 165 tentativas de suicídio, ou 40 casos por mês, diz um relatório do Observatório tunisino para os Direitos Económicos e Sociais.

A maioria dos movimentos de protesto foi espontânea e provocada por dificuldades económicas na sequência do fecho de uma fábrica ou estrutura industrial, nota o relatório, acrescentando que as visitas efetuadas por altos responsáveis do Estado aumentaram os protestos.

O relatório também observa que a taxa de violência doméstica e sexual aumentou durante o mês de dezembro último, na Tunísia.

-0- PANA YY/IN/DIM/IZ 17jan2018

17 Janeiro 2018 22:57:23


xhtml CSS