Magistrados quenianos ameaçam entrar em greve

Nairobi- Quénia (PANA) -- Os magistrados quenianos ameaçaram iniciar esta semana uma greve para reclamar o aumento dos seus salários em 100 por cento e a melhoria das suas condições de trabalho.
Os juízes reunidos em Mombasa, a segunda cidade do país, exigem igualmente uma revisão do seu tempo de serviço.
Entretanto, o porta-voz do Ministério da Justiça, Dola Indidis, declarou que serão tomadas medidas disciplinares contras os eventuais grevistas, afirmando que a sua acção seria contrária à ética judicial.
As autoridades quenianas despediram recentemente 84 magistrados e 24 juízes do Tribunal Supremo implicados em casos de corrupção.
O despedimento destes juízes tinha paralisado o sistema judicial queniano, obrigando o governo a nomear apressadamente novos magistrados.

15 Março 2005 12:48:00


xhtml CSS