Liga Árabe saúda referendo no Sudão Sul

Cartum, Sudão (PANA) – A Liga Árabe manifestou-se satisfeita com a organização do referendo de autodeterminação no Sudão Sul no respeito das normas internacionais, indica um comunicado.

Segundo o comunicado, dois dias depois do encerramento das assembleias de voto e do arranque da contagem dos votos com um voto maioritário a favor da separação do Sul, « os resultados saídos das urnas merecem respeito ».

O comunicado indica que o secretário-geral da Liga Árabe, Amr Moussa, enviou uma missão de 80 membros para supervisionar o voto, em conformidade com os acordos globais de paz de 2005.

Sublinha que a missão da Liga Árabe felicitou-se pela abertura, na hora, da maioria das assembleias de voto, da disponibilidade de logística e de material eleitoral, da conformidade das urnas e das cabines de voto com as normas e as especificações internacionalmente aceites.

O comunicado exprime a sua satisfação pela disponibilidade de infraestruturas para os deficientes e as pessoas idosas, pela assistência fornecida aos analfabetos e pela presença notável e ativa das organizações da sociedade civil e dos observadores estrangeiros.

A Liga criticou contudo « a idade avançada de alguns eleitores », e considera que houve « um fosso entre o número de eleitores inscritos nalguns centros e o registrado na lista da comissão ».

Ela criticou o que qualifica de « atos de propaganda ... nalguns centros de voto de alguns membros de assembleias e observadores locais e a ausência de ilustrações para mostrar aos eleitores os pormenores e as etapas do voto ».

O comunicado indica que « a missão de observação da Liga Árabe confirma que estas dificuldades constatadas não afetaram a sinceridade do escrutínio, que foi caraterizado por uma grande transparência e uma integridade conformes com as normas internacionais, o que suscita o respeito dos resultados saídos das urnas ».

-0- PANA MO/BOS/ASA/TBM/SOC/MAR/TON 18jan2011

18 Janeiro 2011 12:50:30




xhtml CSS