Líderes do mundo chamados a apoiar referendo no Sudão

Nova Iorque- Estados Unidos (PANA) -- Um grupo de Organizações não Governamentais e de agências humanitárias instaram os líderes do mundo a tomar medidas concretas para garantir a paz, a segurança e o desenvolvimento a todo o povo sudanês na perspetiva do referendo de auto-determinação do Sudão Sul.
"O fato de não agir poderá causar uma nova erupção de violência e ameaçar o futuro do maior país africano a uma centena de dias do referendo", escrevem estas ONGs numa carta aberta divulgada na sede das Nações Unidas, Nova Iorque, no fim-de-semana passado.
"Apesar da iminência do referendo, muitas questões essenciais permanecem sem resposta, incluindo a demarcação da fronteira norte-sul, a inscrição nas listas eleitorais e a partilha dos rendimentos do petróleo", acrescentam os signatários da carta, afirmando que os próximos meses serão os mais importantes da história do Sudão.
As agências humanitárias sublinham que as conquistas do acordo de paz assinado em 2005 "poderão ser comprometidas nos próximos meses devido à falta de apoio dos líderes e se esforços não forem envidados desde agora para prevenir a violência".
"As autoridades do mundo não deveriam perder de vista os sofrimentos dos civis em Darfur onde as Nações Unidas denunciam uma deterioração da situação nos últimos meses com um aumento das vítimas civis e do sofrimento", acrescentam os signatários.

26 سبتمبر 2010 09:58:00




xhtml CSS