Líder parlamentar ivoiriense insta Sul-africanos a salvar honra de Mandela

Abidjan, Côte d'Ivoire (PANA) - O presidente da Assembleia Nacional da Côte d'Ivoire, Guillaume Kigbafori Soro, apelou, segunda-feira, face à violência xenófoba em curso na África do Sul, para se "salvar a honra do nobre combate de Mandela pela dignidade dos Africanos".

Numa declaração transmitida à PANA, o chefe do Parlamento ivoiriense considera uma "vergonha" para todos os Africanos o sangue do estrangeiro derramado em terra sul-africana.

"Que vergonha devemos sentir hoje, quando se mancha de sangue do estrangeiro negro a terra de Mandela", criticou.

Para ele, Nelson Mandela "reconciliou a África do Sul com as suas diferentes cores sociais e ofereceu ao nosso continente a prova perfeita de que nenhuma injustiça pode eternamente prosperar quando os homens de boa vontade conspiram contra ela com perseverança e lucidez".

"Salvemos a honra do nobre combate de Mandela pela dignidade dos Africanos", frisou  Soro.

Para concluir, lançou uma mensagem de esperança para a cessação das violações dos direitos humanos dos Africanos, para que, "agrupados pela justiça, pela verdade e pelo perdão, nos consagremos todos à única coisa que realmente vale a pena: a construção duma Cidade Africana Benevolente".

As autoridades sul-africanos anunciaram, domingo, estarem a perseguir os autores das violências xenófobas que fizeram pelo menos sete mortos desde o início de abril de 2015.

-0- PANA BAL/IS/MAR/IZ 21abril2015

21 أبريل 2015 13:05:31




xhtml CSS