Líder conakry-guineense evacuado para Marrocos

Conakry- Guiné-Conakry (PANA) -- O líder da Junta no poder na Guiné- Conakry, capitão Moussa Dadis Camara, ferido a tiro pelo seu ajudante de campo, foi evacuado sexta-feira para Marrocos para cuidados médicos, soube a PANA de fonte militar em Conakry.
Segundo a fonte próxima do campo Alpha Yaya Diallo, quartel-general do órgão militar que dirige o país desde o golpe de Estado de 23 de Dezembro de 2008, na sequência da morte do seu Presidente, Lansana Conté, ele foi ferido a tiro pelo tenente Aboubacar "Toumba" Diakité.
Depois do incidente ocorrido no recinto do Batalhão Autónomo da Segurança Presidencial (BASP), no centro da capital conakry- guineense, Dadis Camara foi convidado pelo Presidente senegalês, Abdoulaye Wade, a fazer-se tratar em Dakar.
Um comunicado da Junta, difundido na noite do mesmo dia, indicou que o Presidente Dadis Camara estava fora de perigo.
O capitão Dadis Camara, que faz regularmente visitas inopinadas a várias guarnições do país, foi surpreendido pelos homens do seu ajudante de campo, tenente Toumba Diakité, que dispararam contra ele.
Esta tentativa de assassinato do líder da Junta teria resultado do facto de Dadis ter alegadamente dito aos membros da Comissão Internacional de Inquérito presentes em Conakry que o seu ajudante de campo teria ordenado o massacre de 28 de Setembro último nesta cidade.
A Comissão Interncaional de Inquérito criada pelas Nações Unidas está desde Novembro passado em Conakry a investigar sobre os acontecimentos de 28 de Setembro durante os quais mais de 150 pessoas foram mortas e mais de mil 200 outras feridas, segundo a ONU.
O líder da Junta divulgou, quarta-feira, um comunicado em que exortava testemunhas e vítimas a apresentar-se diante dos três inquiridores designados pelo Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, "para defender os seus direitos", No comunicado ele advertia de sanções qualquer pessoa ou autoridade que proferisse ameaças contra aqueles indivíduos ou seus parentes.

04 Dezembro 2009 20:13:00


xhtml CSS