Líbia pede ajuda da comunidade internacional para combater fluxo de migrantes

Tripoli, Líbia (PANA) - O Conselho Presidencial do Governo da Unidade Nacional na Líbia pediu ajuda da comunidade internacional para conter o fluxo de migrantes provenientes da fronteira sul da Líbia, indica a referida entidade num comunicado quinta-feira.

O Conselho Presidencial pede ainda à comunidade internacional para resolver a crise nos países de origem dos migrantes, intervindo para limitar a sua saída com projetos económicos e de desenvolvimento.

Na mesma nota,  o Conselho Presidencial declarou que o procurador-geral líbio e as autoridades líbias competentes investigavam sobre alegações divulgadas pela  imprensa sobre  abusos contra migrantes ilegais na Líbia.

Afirmou que, se confirmarem essas alegações, todos os que estão envolvidos nesses crimes odiosos serão levados diante da justiça.

Apelou aos órgãos locais e internacionais para que cooperem com o gabinete do procurador geral a fim de fornecer qualquer informação suscetível de contribuir para a manifestação da verdade.

As capitais européias e africanas foram palco, nos dois  últimos dias, de protestos à frente da embaixada da Líbia para protestar contra o conteúdo de um relatório transmitido pelo canal americano "CNN", que denuncia o leilão de emigrantes ilegais na Líbia, condenada por vários chefes de Estado e líderes de países europeus e africanos bem como pelo Secretário-Geral das Nações Unidas.

-0- PANA BY/DIM/DD 23nov2017

24 Novembro 2017 10:11:20


xhtml CSS