Líbia gasta 130 milhões de euros para importar 800 mil carneiros para fim de Ramadão

Tripoli, Líbia (PANA) – O Ministério da Economia do Governo líbio de União Nacional anunciou a importação de 800 mil carneiros, no valor total de 150 milhões de euros, para a festa muçulmana de Aïd El Idha de 2018, em setembro próximo, no fim do jejum (Ramadão).

As necessidades totais em carneiros, principais animais de sacrifício para a Aid  este ano, estão avaliadas em um milhão 400 mil carneiros, indicou sábado o Gabinete de Informação do Ministério, que precisa que a produção nacional esperada está estimada  em 700 mil carneiros, ou seja, um défice de quase 100 mil ovinos.

A mesma fonte acrescentou que para a diferença de 15 porcento da quantidade a importar para cobrir a perda e a morte, o total dos sacrifícios a fornecer será na ordem de 800 mil carneiros.

O Ministério da Economia e Indústria anunciou, lembre-se, o início dos preparativos para o abastecimento de carneiros para o festa do sacrifício deste ano, fixando as condições dos controlos para fornecer animais aos cidadãos em tempo oportuno.

O Ministério prometeu lançar um sistema eletrónico a fim de que os chefes de família possam reservar os carneiros a importar, explicando que o sistema fará parte do das associação de consumidores.

Acrescentou que  o chefe da família escolherá a empresa à qual  o carneiro será entregue, e também o estábulo ou o distribuidor que ele designará para receber o sacrifício.

O Ministério indicou que o processo de inscriçao se fará via  o número de identidade nacional e o número de inscrição  para cada família, precisando que o sistema comporta  vários guichés nos municípios e no Ministério das Coletividades locais a fim de garantir o acompanhamento do abastecimento e a distribuição dos animais de sacrifício.

-0- PANA BY/JSG/SOC/FK/IZ 20maio2018

20 Maio 2018 15:26:32


xhtml CSS