Líbia encerra espaço aéreo na região ocidental

Tripoli, Líbia (PANA) - O espaço aéreo na região oeste da Líbia foi encerrado devido à greve dos controladores aéreos iniciada quinta-feira para protestar contra os disparos de foguetes que visaram nos últimos dias o aeroporto da capital, Tripoli, causando enormes danos materiais.

Os ataques em causa, que fizeram danos em equipamentos aeroportuários e aviões, provocaram o bloqueio do tráfego aéreo durante cinco dias consecutivos.

Os grevistas recusaram-se a retomar os seus postos de trabalho na Torre de Controlo do Aeroporto de Tripoli que supervisiona o tráfego aéreo em toda a região oeste do país.

Segundo um porta-voz do Ministério líbio dos Transportes, este movimento já conduziu ao encerramento dos aeroportos de Misrata (leste) e Maitigue (perto de Tripoli) utilizados como alternativos ao aeroporto de Tripoli.

As autoridades líbias anunciaram terça-feira a retomada dos voos aéreos a partir dos aeroportos de Misrata e de Maitigua, permitindo assim o repatriamento dos milhares de Líbios bloqueados em vários aeroportos no mundo.

O aeroporto de Tripoli foi visado pelo quarto dia consecutivo por disparos de foguetes e obuses depois de confrontos entre milícias islamitas e seus rivais ex-rebeldes que controlam o aeroporto desde 2011.

O Governo líbio revelou que os confrontos de domingo e segunda-feira causaram nas instalações aeroportuárias e nos aviões danos significativos.

-0- PANA BY/JSG/MAR/IZ 17julho2014

17 Julho 2014 13:01:18




xhtml CSS