Líbia e Itália juntas na luta contra emigração clandestina

Tripoli, Líbia (PANA) – A Comissão Itália-Líbia de Luta contra a Emigração Clandestina implementa  já o plano do ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, destinado a reforçar as capacidades líbias em operações de salvamento, anunciou segunda-feira, o embaixador italiano em Tripoli, Giuseppe Peroni.

« O plano Salvini visa acelerar o repatriamento dos migrantes e melhorar as condições nos centros de acolhimento », declarou o diplomata italiano num tweet postado segunda-feira.

O ministro italiano do Interior prometeu conceder às autoridades líbias 12 navios patrulheiros e formar membros das tripulações da Guarda Costeira para lutar eficazmente contra a emigração clandestina.

Além disso, a Itália formou 213 oficiais da Guarda Costeira líbia, com a possibilidade de formar 300 outros no quadro da missão marítima europeia designada "sophia".

Paralelamente, a União Europeia (UE) designou a Marinha líbia para garantir operações de salvamento no Mar Mediterrâneo.

Segundo a Organização Internacional para a Migração (OIM), o número de migrantes na Líbia atingiu 662 mil, dos quais 91 porcento de homens e 10 porcento de menores.

-0- PANA BY/BEH/IBA/SOC/FK/DD 3julho2018

03 Julho 2018 09:50:02


xhtml CSS