Líbia acolhe reunião do Conselho Executivo da CEN-SAD

Tripoli- Líbia (PANA) -- O Conselho Executivo da Comunidade dos Estados Sahelo- Sarianos (CEN-SAD), que agrupa os ministros dos Negócios Estrangeiros, iniciou segunda-feira à tarde em Tripoli uma reunião extraordinária consultiva destinada a harmonizar as posições dos países membros em prelúdio à 14 Cimeira da União Africana (UA) prevista para finais deste mês em Addis Abeba, na Etiópia.
Falando na cerimónia de abertura, o secretário-geral da CEN-SAD, Mohamed Al- Madani Al-Azhari, declarou que esta reunião entra no quadro da tradição adoptada pelos dirigentes desta organização de manter reuniões consultivas antes de reuniões africanas ou internacionais para coordenar as suas posições e trabalhar para unificar os pontos de vista dos seus países.
Indicou que entre as questões inscritas na agenda do dia figuram a criação da Autoridade da UA, os seus domínios de competência, o papel que lhe será atribuído e a união dos diferentes órgãos criados sob a sua tutela, nomeadamente a coordenação das posições a níveis dos negócios estrangeiros, da defesa, da Segurança e das relações exteriores.
Al-Azhari evocou a situação de segurança que degenerou nalguns países da CEN- SAD, afirmando que isto exige por parte do Conselho Executivo e dos departamentos da segurança a instauração duma estratégia para fazer face à insegurança e às ameaças à calma, à estabilidade e ao desenvolvimento dos países.
Durante dois dias, os ministros dos Negócios Estrangeiros da CEN-SAD examinarão a aplicação das decisões da 13ª Cimeira da UA sobre a transformação da Comissão da UA numa Autoridade, a renovação do Conselho de Paz e Segurança da UA (CPS) e a candidatura dos países membros da CEN-SAD a esta última instância.
Numa declaração à PANA à margem desta reunião, a vice-ministra dos Negócios Estrangeiros do Egipto encarregue dos Assuntos Africanos, Mouna Oumar, disse que o seu país renunciou a sua candidatura ao CPS em benefício da Líbia e da Mauritânia.
Evocando a luta contra a insegurança e o terrorismo, Mouna Oumar afirmou que o seu país apoia qualquer medida no quadro da CEN-SAD ou outra instância.
Ela declarou que a paz e a estabilidade no espaço da CEN-SAD se revestem de grande importância e que o Egipto vai apoiar qualquer medida neste sentido, transmitindo a sua experiência no domíniuo da luta contra o terrorismo.
A CEN-SAD, criada em Fevereiro de 1998 em Tripoli, agrupa o Benin, o Burkina Faso, a República Centro Africana, as Comores, a Côte d'Ivoire, Djibuti, o Egipto, a Eritreia, a Gâmbia, a Guiné-Conakry, a Guiné-Bissau, o Gana, a Líbia, a Libéria, o Quénia, o Mali, a Mauritânia, Marrocos, o Níger, a Nigéria, o Senegal, a Serra Leoa, a Somália, São Tomé e Príncipe, o Sudão, o Tchad, o Togo e a Tunísia.

26 Janeiro 2010 12:57:00




xhtml CSS