Laurent Gbagbo convida Alassane Ouattara para diálogo na Côte d'Ivoire

Abidjan, Côte d'Ivoire (PANA) – Laurent Gbagbo, um dos Presidentes autoproclamados da Côte d'Ivoire, lançou terça-feira à noite um  apelo para o diálogo ao seu opositor, Alassane Ouattara, para sair do impasse no qual o país está mergulhado desde a proclamação dos resultados da segunda volta das eleições presidenciais de 28 de Novembro último.

« Hoje em 2010, como ontem em 2002, 2003, 2004, 2007, apelo para o diálogo. Convido a oposição, o Senhor Ouattara, bem como a rebelião armada que o apoia », declarou Laurent Gbagbo numa declaração transmitida pela rádio e pela televisão.

Laurent Gbagbo convidou  as personalidades que estão no hotel do Golf, onde Alassane Ouattara e a sua equipa estão refugiados sob a guarda da força das Nações Unidas,  a voltar às suas casas

« Ninguém as obrigou a refugiar-se neste hotel. Ninguém as impedirá de sair. Elas são livres dos seus movimentos », acrescentou.

« Apelo aos Ivoirienses para a retenção. Insto os jovenos a ficar calmos. A ONUCI (Operação das Nações Unidas na Côte d'Ivoire) e as forças francesas partirão da Côte d'Ivoire, mas não desejamos mortes inúteis. Temos ainda namemória as dolorosas lembranças dos eventos de Novembro de 2004», afirmou para dissuadir todas as tentativas de violência no país.

Presidente cessante, Laurent Gbagbo foi declarado eleito pelo Conselho Constitucional e conta com o apoio do Exército, enquanto a Comissão Eleitoral Independente designou Alassane Ouattara como vencedor, que foi reconhecido pelo conjunto da comunidade internacional.

Quinta-feira, uma tentativa de tomada da Radioteleviosão Ivoiriense (RTI) por Guillaume Soro e pelos apoiantes de Alassane Ouattara foi reprimida pelas forças de segurança leais a Laurent Gbagbo e provocou vários mortos e feridos.

-0- PANA GB/JSG/MAR/TON 22Dez2010

22 Dezembro 2010 11:12:41




xhtml CSS