Lançado projeto de depósito humanitário para CEDEAO em Bamako Mali

Bamako, Mali (PANA) - Uma delegação da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), liderada pelo comissário para os Assuntos do Género, Sow Fatoumata Dia, procedeu, segunda-feira, em Bamako, ao lançamento do projeto de realizar um depósito humanitário para a CEDEAO no Mali, soube a PANA de fonte oficial.

A infraestrutura vai acolher um estoque de segurança para toda a sub-região oeste-africana, para  intervir em caso de catástrofes naturais, crises humanitárias e de violência política, resultando das perdas dos bens  ou dos  movimentos maciços de populações do espaço CEDEAO.

O projeto consiste em implantar um grande armazém de bens alimentares e não alimentares e de gabinetes do pessoal numa área de 30 hectares.

Esta iniciativa, explica-se, resulta das observações feitas às consequências dos desastres sobre a vida das pessoas da comunidade, nomeadamente as númerosas  inundações registradas nesses últimos  anos.

A CEDEAO decidiu tomar em conta o desafio humanitário, levantado para fenómenos durante  a 25ª Sessão Ordinária da conferência dos chefes de Estado e de Governo da organização realizada em Acra, em 2010.

O Governo maliano  e a CEDEAO assinaram o protocolo de acordo de  estabelecimento e alocou  para essa finalidade na organização sub-regional uma área de terra para abrigar o depósito humanitário situado na zona do aeroporto de Bamako-Sénou.

A CEDEAO agrupa o Benin,o Burkina Faso, Cabo Verde, a Côte d'Ivoire, a Gâmbia, o Gana,  a Guiné-Bissau,  a Guiné-Conakry, a Libéria, Mali, Níger,  Nigéria, o Leom e o Togo

-0- PANA GT/IS/DIM/IZ 22julho2015 

22 Julho 2015 22:07:13




xhtml CSS